A CIDASC informou em 02/10 que conforme resultados das análises recentes as localidades da Costeira do Ribeirão e Freguesia do Ribeirão, município de Florianópolis/SC estão LIBERADAS APENAS PARA A ESPÉCIE OSTRA (C. GIGAS) a retirada, o consumo e a comercialização. Para as outras espécies de moluscos bivalves (mexilhões, vieiras e berbigões) continuam proibidos a retirada, o consumo e a comercialização nestas localidades.

Além disso, informamos que as localidades de Laranjeiras e Barra, município de Balneário Camboriú/SC apresentaram dois resultados negativos consecutivos para a presença da ficotoxina diarreica nos cultivos de mexilhões e por isso estas áreas estão liberadas para a retirada, o consumo e a comercialização de moluscos bivalves (ostras, mexilhões, vieiras e berbigões).

moluscos03 10

As outras áreas de cultivo permanecem com a situação inalterada, conforme Mapa de situação.

Alerta a população:
Quando consumida por seres humanos, a toxina pode ocasionar náuseas, dores abdominais, vômitos e diarreia. Sendo assim, orientamos que não sejam consumidos os moluscos bivalves provenientes das regiões interditadas.

Para mais informações:
Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina – Cidasc
Fone: (48) 3665 7037 – (48) 98802 9741.



SERVIÇOS:

  • botton pactuacao2017
  • botton noticias
  • botton seguranca
  • botton radicoes
  • aedes aegypti
  • botton vigiagua
  • botton pgrss
  • botton carta
  • botton processoadm
  • botton talidomida
  • botton fiscais2
  • botton ProcessoADMSanitario
  • botton VIGIDESASTRES



 

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO: