Documentação para abertura de processo (atualizada em 09/05/19):

  • 1. Formulário de Petição modelo ANARQ (digitalizado / assinado preferencialmente em PDF)
    2. Comprovante de pagamento da taxa (digitalizado preferencialmente em PDF)
    3. ART ou RRT (digitalizado / assinado preferencialmente em PDF)
    4. Relatório Técnico (formato PDF - não pode ser digitalizado / assinado)
    4.1. A margem lateral direita das folhas podem ter nenhuma informação de modo a permitir espaço para a assinatura digital do sistema quando da aprovação.
    5. Projeto de Arquitetura (formato PDF - não pode ser digitalizado / assinado)
    5.1. Cada prancha do projeto deve estar em um arquivo separado e com orientação no formato paisagem.
    5.2. A margem lateral direita não pode ter nenhuma informação de modo a permitir espaço para a assinatura digital do sistema quando da aprovação.
    5.3. A folha de impressão do PDF deve ser do exato tamanho da prancha considerando suas margens (conforme ABNT).
    5.4. A planta da proposta com cotas deve obrigatoriamente possuir o leiaute básico e indicação de materiais (piso, parede, rodapé e teto) de todos os ambientes a serem analisados.
    5.5. As informações de leiaute (quando necessárias) mencionadas acima não devem ser demasiadamente detalhadas de modo a dificultar a visualização e navegação do documento.
    5.6. Não pode haver planta exclusiva para indicação de leiaute.

    Para os projetos analisados pelo ANARQ/DIVS enviar documentação para: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. 

Documentação para reanálise (processos digitais):

  • Apenas os itens 4 e 5 acima mencionados, além de outros documentos que tenham sido solicitados no parecer da análise anterior (formato PDF ou digitalizados a depender do caso).